utorok, 8. októbra 2013

ALEGREMENTE NAVEGANDO DE MACHETE EM MACHETE E DE PORRETE EM PORRETE É MAIS QUE SER FORRETA É SER ARTISTA MASOQUISTA OU SE CALHAR BENFIQUISTA....QUE BOI QUE ATACA PANO VERMELHO GERALMENTE NÃO É COMUNISTA SÓ SE O PANO VERMELHO FOR NACIONAL-SOCIALISTA...

SER MACHETE É SER ARTISTA DO TEATRO DE REVISTA CHEIO DE MALTA ARRIVISTA formatează în prealabil permite opţiuni de levar com uña martelatta nos cornos dacă aveţi probleme cu aspectul da armazionne massone


nunca o ter encontrado ...e a separação de poderes a ele inerente e o segredo de justiça anexo que partilha o mesmo quarto com os poderes separados judicialmente mas que vivem em comunhão de bens devido à crise de 1891....ou mesmo da de 1892....

 este tipo inédito diria mesmo anedóctico de anedoctos não publicado em pasquim algum de declarações ditariam a imediata demissão do ministro. ....


A República Portuguesa e a República Popular da Roménia, doravante designadas as Partes.....



Mas as Partes Púdicas

do nosso ministério

de estrangeiros é passado

não é mistério

e está tudo para troca

desde embaixador surrado

a embaixada em linha de coca

nada há de mal neste tratado

é tratado de sapiência

diplomaticamente

vossa ignorância

demente

tresanda a ciência

pois num cego

ver a ânsia

dum deus grego

é rabdomância

em olhos d'água

que são de mágoa...

em terra de caveiras cegas

quem tem um olho

vende-se às falanges gregas

é um país onde ser grande

é ser escolho

do poder que o demande

pondelok, 27. mája 2013

QUANDO A UNTUOSIDADE DAS CARECAS DOS CARECAS ESCORRE EM GROSSOS ROLOS NAS ENFATUOSIDADES DA POLÍTICA CHAMA-SE A ISSO PROGRESSO OU PRÓ GRESSO OU PÓ DE GESSO UMA DESSAS NO FIM É SEMPRE ASSIM

formatează în prealabil permite opţiuni de levar com uña martelatta nos cornos dacă aveţi probleme cu aspectul da armazionne massone


gauleses et galos under a taco bell
Se encontrou Hollande

gigante em certa hora

crescia, crescia era grande

e sarkozy ia embora


e no torrão que é jardim

é seguro ser-se arrogante

pois é belo ser-se assim

amigo de tal gigante


e pobres passos se ouviam

na governança tremendo

pois os fiéis lhe fugiam

e abutres iam descendo


emproado e seguro

vendo já o reino seu

debruçou-se sobre o muro

e economicamente morreu

nedeľa, 24. februára 2013

A LIBERDADE EM SUB VERSÕES PARANÓICAS DA CORNADURA NO ESPLENDOR DAS RELVAS

formatează în prealabil permite opţiuni de levar com uña martelatta nos cornos dacă aveţi probleme cu aspectul da armazionne massone

Grandoleiras à Zé Cá no Poço Ao Fundo Afonças ou Afuças?

Afianço a qualquer liberdade relveira que não estou a gozar com ela ou con ella

Juro que só estou a gozar com os restantes muito ocupados para processarem a carne que é fraca

Dito isto Sub Versão I ou 1 ou lado A:

Relvas da Selva Morena

Selva da Indigna Idade

O Relvas é quem mais ordena

Dentro de nossa insanidade

ou Dentro da nossa insanidade

em  verdade na vera idade

os garotos não governam só empernam

os garotos assumem-se  desafinantes

governam-se enquanto desgovernam

as relvam incham desafiantes


Sub versão de grau  33 a 33 rotações de calibre 45 à estylo de gajo com a pontaria do Pistorius

ó Relvas ó Relvas nos Paços à vista

Que cortas na gente demente

Com Passes e Passos de artista

a gente demente é dormente

na grandoleira indigente

que com zecas se consola

mas nã puxa da pistola

ó jack capote sin bólide

true man capote é abichanado como a Li berdade que li com minorias silenciosas atrás de L's LABREGOS e maiúsculos na sua indecência sucia all

ide libertar o túnel para uma passagem libertária do zeca ou zequinha